The Avengers - RPG
HEY YO;
Estamos nos mudando para ESTE fórum. (100% nosso e ativado)

É membro?! Veja a MP de aviso.

O link do forum não aparece?! Tente esse: http://avengersthegame.forumeiros.com

Rádúlfr Krodo

Ir em baixo

Rádúlfr Krodo

Mensagem por Rádúlfr Krodo em Sab 1 Jun - 15:01





Nome: Rádúlfr Krodo


Codinome: Arqueiro Negro


Idade: Não se sabe ao certo, mas dizem ter idade superior a 30.000 - Aparenta 25


Grupo: Asgardiano


Espécie: Asgardiano


Aparência do personagem: Seus cabelos possuem cor clara, loiro num tom bem fraco pode-se notar serem quase brancos, olhos castanhos e é dono de um corpo atlético. Possuindo 1,79, não chega a parecer que possui seus 183kg. Pele extremamente clara.


Psicológico do personagem: Sua maior qualidade é sua lealdade pelo seu povo, além de sua valentia, mas este em suas batalhas é impiedoso e despreza todos os outros seres dos 9 reinos, se achando superior a todos. Em sua mente "inimigo bom, é inimigo morto" e isso acabou em trajédia em certa parte de sua história. Outros fatos marcantes é seu grande orgulho e sua nobreza. Extrovertido a maior parte do tempo, não perde a linha facilmente, à menos que mexam com seu povo ou seu lar. Se considera protetor de seu povo e por ele daria sua vida, jurou jamais fazer mal a nenhum Asgardiano, enquanto ainda viver com honra, nos tempos antigos este possuía inveja de todos os outros que o superam em alguma coisa, afirma este ter deixado esse seu defeito de lado, após a morte de seu irmão. Tem agora como ambição, o poder.


Poderes/Habilidades Sobre-humanas: Sentidos Aguçados, Precisão Perfeita, Habilidades Asgardianas e Absorção Solar.


Descrição de Poderes: Sentidos Aguçados: Possui visão( tão aguçada que consegue notar um alvo a mais de 1000 metros de distância e um pequeno objeto com nitidez à grande velocidade), olfato (tão apurado que este pode sentir um cheiro a 350 metros de distância), paladar(Tão apurado que pode ao colocar um material, até então desconhecido, podendo descobrir qual é essa substância e dependendo, através de seu amplo conhecimento sobre os reinos, deduzir de qual é sua origem) e audição(Possui uma audição apurada, no qual pode ouvir frequências acimas de 60kHz, enquanto o limite humano é de apenas 20kHz) extremamente apurados.

Precisão Perfeita: Possui além de uma mira perfeita, onde as chances de acertar o alvo são 99%, uma ótima coordenação motora. Este nunca erra a menos que algo impeça, mesmo a uma distância extremamente longa.

Fisiologia Asgardiana: O Usuário possui uma Força e Resistência muito superior ao dos humanos, podendo chegar a levantar toneladas, mas o mesmo não chega a ter a força e a resistência da maioria dos guerreiros asgardianos. Em compensação, possui uma grande agilidade, sendo está superior do que a maioria dos asgardianos.
Longevidade: Como todos os outros asgardianos, Rádúlfr envelhece a um ritmo muito, mais muito mais lento do que um ser humano comum, possuindo incontáveis ​​milênios de idade.

Absorção Solar: Absorção Solar é a capacidade de absorver energia solar, tornando-o totalmente resistente, ágil, rápido e forte, além de este ganhar uma estamina incrível podendo lutar, correr ou exercer exercícios físicos durante vários dias ou até mais sem se cansar. Pode também armazenar grandes quantidades desta energia durante todo o dia, ou em vários dias, para utilizá-las como um combustível a noite e mantê-lo na força que normalmente seria ou um pouco superior que o normal, além de disposto a noite inteira sem nenhuma fadiga, isso varia de acordo com a quantidade de energia acumulada. E para armazenar a energia por um longo período, Rádúlfr precisa manter-se concentrado. Quanto maior a luz solar em contato com este, maior se torna suas habilidades físicas e ainda coberto por uma manta alaranjada, o usuário chega a voar liberando uma pequena parte da energia pelas mãos e pés. Além que se concentrando, pode converter 1/2 da energia absorvida para começar um rápido regeneramento e variando dos ferimentos, sendo estes bem graves o usuário pode até só conseguir o regeneramento convertendo toda energia absorvida.
Com o desenvolver do personagem, seu corpo terá a capacidade de se energizar tanto que seu corpo se torna uma mancha negra, coberto por uma "manta" alaranjada de energia, extremamente quente, podendo disparar rajadas de plasma negro pelo corpo e voar livremente durante o dia, além de poder gerar este plasma negro quando em contato com a luz do sol e moldá-lo. Quanto menor a proximidade deste para o Sol, mais fortalecido este fica. Nesta nessa margem de plasma negro, o ser se torna principalmente mais veloz. Juntamente este poderia prolongar o tempo em que o Sol se mantivera, podendo deixá-lo a dias sem se pôr, ou "Chamá-lo", assim por dizer, podendo fazê-lo surgir até mesmo em plena noite.
Quando absorvido um calor intenso, pode-se notar que a manta que lhe cobre torna-se ainda maior, chegando a uma maior área ao redor, mesmo com essas propriedades nem o usuário e nenhum de seus objetos que estão a fazer contato como seus equipamentos e roupas. Qualquer coisa por perto não sentirá os efeitos do calor pois sua manta alaranjada é como uma camada que mantém todo aquele calor preso, caso alguém ultrapasse está camada será gravemente queimado ou até desintegrado, variando do calor. O ser também pode desfazer essa sua manta alaranjada para afetar tudo ao redor com o calor, mas isso seria perigoso e tendo isso em mente jamais pensou em realizar.


Perícias: Destreza: Habilidade ou agilidade na utilização das mãos. Desta o usuário poderia ser hábil, desde simples e pequenas ferramentas até as mais variadas armas de combate.

Observador: Sendo este um grande observador, graças a sua ótima visão, pode somente vendo a movimentação ou observando atentamente seus comportamentos em relação à algo, ou tendo sobre observação algum material, pode achar dentro de segundos, minutos ou horas, variando do analisado, dependendo de como o alvo se comportará ou sua estrutura ou até mesmo uma simples movimentação do alvo que demonstre algum problema físico ou medo ou qualquer breja que seriam difíceis de se notar, sendo muito ou pouco evidentes, e a partir dai acabando por achar uma forma de lidar com o alvo, seja este orgânico ou inorgânico. Como por exemplo analisando seu oponente, achar uma pequena brecha, mesmo sendo miníma numa armadura de seu oponente logo abaixo do pescoço ou em seu calcanhar, notando através de sua movimentação ou algum incômodo observado. E fraquezas, fobias que o observado tenta esconder, mas mesmo assim acaba por demonstrá-la em uma leve reação, ou uma simples expressão facial que a maioria dos seres em geral não notaria, sendo este desde uma forma miníma ou um tanto exagerada.


Equipamentos: Arco e Flechas (encantados por Odin), 2 Adagas douradas e Armadura.
Arco(Possui um arco negro encantado, pode-se ver isso nos símbolos dourados ao longo deste. É um arco recurvo, grande, dando para se notar o arco chega a quase ao tamanho de seu dono. Feito com um material resistente chega a suportar até impactos de lâminas, mas não é indestrutível. Este sendo pesado no ponto de vista dos humanos, já leve para nós asgardianos. Sempre que o arco é destruído, este volta a se reconstruir espontaneamente.
Flechas(As flechas feitas com um material forte, é está capaz de perfurar quase todos os materiais existentes não só em Asgard, como nos outros reinos. Algumas das flechas encantadas possuem funções variadas, poucas entre elas encantadas pelo Pai de Todos, para que abrissem portais facilitando minha viajem entre os reinos.)
Armadura(Esta feita pelo próprio, feita de acordo com sua real ideia, é uma armadura resistente, não como a dos Guerreiros Asgardianos, mas feita essa especialmente para uma mobilidade muito maior em campo de batalha, lhe permitindo mais agilidade devido a sua maior leveza.)
2 Adagas douradas(Sem nenhum encantamento ou algo tão especial, mas sendo estás extremamente afiadas)


Fraquezas: A fraqueza evidente de seus sentidos aguçados é que o usuário não controla onde e quando usar, é uma forma espontânea e em exesso algo prejudicial a seus sentidos, que na verdade não faria mal alguma à um humano, é extremamente prejudicial até que ele se acostume com o tempo com este. Como por exemplo um potente estrondo, que poderia prejudicar um pouco os humanos, seria de grande efeito contra este ou outro exemplo, um cheiro extremamente forte.
Possui grandes qualidades, mas com isso grandes defeitos, sendo um desses seu enorme orgulho, que ao lembrar de partes seu passado seu orgulho se fere muito facilmente, isso acaba por deixá-lo vulnerável em certas ocasiões, mas uma fraqueza não muito relevante. Seu desprezo pelas outras raças, juntamente é outro de seus grandes defeitos.
Seu poder de Absorção Solar, possui duas grandes fraquezas... Quando o seu "combustível" em exesso acaba, ou seja, quando toda energia absorvida considerável de média a alta acaba, o usuário além de se sentir extremamente fraco, mal consegue se colocar de pé, precisando de um longo repouso, variando, poderia envolver dias de descanso para voltar a seu 100%.
Este não demonstra perca de poderes e nem diminuição quando molhado, sendo então sua maior fraqueza é a Noite, já que seria refletida a luz do Sol através da Lua, não teria a intensidade necessário e acabará isso por até mesmo enfraquecê-lo. Sua força e resistência são tão enfraquecidas, que este chega a quase se igualar com a de um humano comum, se tornando extremamente vulnerável.
Ao passar certo tempo em falta de luz, este vai se enfraquecendo.
E por fim um efeito colateral de seu poder. Enquanto em sua forma energizada, não sente mal algum e nem nada ocorre ao que este carrega, mas quando abusa de seu poder, ao voltar a sua forma humana sentiria como se estivesse sendo queimado de dentro para fora, sem dúvidas não sendo nem um pouco confortável. Principalmente a noite, que já se encontraria enfraquecido.


Afiliações: Gultopp Krodo(Pai)-Morto, Singrid Belena(Mãe)-Desaparecida e Brimir Krodo(Irmão) - Morto, Odin(Amigo)





História: Tudo começou a milhares de anos atrás, uma bebe pálido nasceria em uma família nobre de Asgard, Rádúlfr Krodo, o jovem de olhos castanhos nasceu com um tamanho menor em relação à grande parte dos asgardianos. Foi ensinado pelo seu irmão mais velho tudo o que sabe sobre os 9 Reinos e com ele aprendeu a lutar. Seu pai e seu irmão eram guardas do castelo, nobres guerreiros e o jovem estaria sido treinado pelo seu irmão para um dia também se tornar um forte guerreiro. Em relação aos outros asgardianos de mesma idade, este era mais fraco, mas muito mais ágil e rápido que a maioria, todos caçoavam deste dizendo que nunca seria um guerreiro, era fraco demais. Recebeu uma grande espada de batalha dourada de seu irmão e uma armadura de seu pai, mas eram muito pesadas para este e resolveu então guardá-las para que quando cresce-se as usá-las.
Três Asgardianos em geral este mais invejava, sendo estes Thor, era muito forte e hábil em combate, Loki, com o passar ficou um grande mago e seu irmão, hábil em qualquer estilo de combate, além de grande conhecimento. Treinava dias e dias tentando superá-los, mas não era forte o suficiente, nem possuía tanto conhecimento em combate. Já mostrava desde pequeno alguns desenvolvimentos de seus sentidos, tal poderia enchergar algo a distância incrivelmente longas ou ouvir e sentir cheiros da mesma forma. Além já demonstrar uma grande habilidade com as mãos, com pequenas ferramentas.
Logo recebeu um presente de dente(Era um presente dado a uma criança na queda do seu primeiro dente), seria este um Arco negro e uma aljava carregada de diversas flechas comuns. Percebi uma maior afinidade com meu Arco e Flechas, dos jovens, melhor até que meu irmão, mas nossos pais continuavam a gostar mais desses, aquilo me enchia de ódio. Mais tarde, com aparência de 16, já seria muito hábil com meus equipamentos e nessa época percebi uma fraqueza evidente, que começará a surgir perante noite. Tempos depois descobrir uma habilidade em especial, eu me tornaria mais forte sobre a Luz Solar, parecia que eu absorvia a energia recebida e a transformará em energia.
Nesta época meu pai muito orgulhoso, me apresentou no castelo e acabei a ser escolhido por Odin para me tornar um guarda do castelo. Com orgulho aceitei, e por lá me mantive por muito tempo, passei ai a adquiri a confiança de todos. Tempos depois, fiquei sabendo sobre a Guerra entre Jotunheim e Asgard e fui convocado. Nesta época com meus poderes já aprimorados, comecei a armazenar energia solar durante meses.
Dias próximos a Guerra comecei a forjar meus próprios equipamentos, com a Espada dourada recebida a derreti, e forjei Duas adagas douradas e com a armadura fiz o mesmo, forjei uma mais leve e um pouco menos resistente, resolvi não utilizar o elmo achando que seria um peso a mais a carregar. Mal saberá eu que meu pai e irmão também teriam sido convocados. Odin nos chamou a sua sala e pediu-nos nossos equipamentos, entreguemos todos eles e ele os guardou, após isso nos retiramos. Passamos todo o tempo treinando entre nós, e nos preparando. Um zelaria pelo outro na Guerra.
Após o início da Guerra, Odin novamente nos convocou e nos entregou nossos equipamentos, todos estariam encantados. Ao ver meu arco sorri, estaria com símbolos dourados que poderiam ser notados à sua frente, pegamos nossos equipamentos e nos preparamos.
Durante certa época da Guerra, agíamos todos perto um dos outros, protegendo um ao outro, não quis ficar junto às tropas arqueiras. Foi uma guerra muito demorada e eu lutei durante dias sem me cansar e dai veio o nome pelo qual fiquei conhecido, quando mostrei meu poder e comecei a usar toda a energia armazenada, estava sem dúvidas no meu auge, meu corpo era pura energia, meu tom de pele se tornou uma mancha negra e uma manta alaranjada cobria todo meu corpo e uma vasta área ao redor, que acabava por afetar os oponentes, e a partir disso fiquei conhecido como o arqueiro negro. Foram dias incansáveis para mim. Meus familiares não distantes de mim, zelavam um pelo outro, cada um mantinha a guarda do outro. No meio de Asgardianos e dos inimigos, era difícil nos manter próximos.
Aquela guerra durará muito tempo, para o meu azar. Em uma certa época da Guerra, acabei me empolgando, acabei por me afastar de meu grupo de Asgardianos e comecei a lutar meio que adoidado. Até que ouvi a uma longa distância os gritos de meu pai. A toda velocidade voltei-me para a reunir com o resto da tropa, já em minha forma original que eu acompanhará e avistará meu pai com uma lança cravada nas costas, fiquei a procurar meu irmão, e logo o vi. Ele fora ferido na panturrilha e estaria caído ao chão enquanto um dos gigantes avançaria contra o tal. Tentei me aproximar, já seguiria disparando várias flechas contra aquele inimigo, mas possui muitos obstáculos e quanto mais tentava eu me aproximar mais era bloqueado pelos inimigos e os Asgardianos, que sem a intenção se posicionavam em minha frente. Empurraria todos, com uma expressão facial de pânico e logo ao ter uma melhor vista, vi meu irmão caído com uma lança atravessada no coração. Enfurecidamente enfinquei com as próprias mãos uma flecha na cabeça do gigante várias e várias vezes.
Spoiler:


Tempos depois a Guerra havia terminado e ao voltar fiquei de luto. Minha mãe ao saber da morte deles simplesmente sumiu e nunca mais a vi até os dias de hoje.
Realmente só damos valor às coisas quando perdemos, hoje entendi que a inveja que eu teria pelo meu irmão não era mais que uma admiração que teria pelos seus feitos e a vontade de quando crescer se tornar igual à ele e nossos pais não gostavam mais deles do que de mim, eles tinham orgulho de tudo que teria feito enquanto eu me encaminhava para me tornar como ele.
Tempos depois, amargurado e ainda me sentindo culpado pelas suas mortes, na verdade era para eu estar lhe dando proteção e eu pela simples adrenalina no momento, acabei os deixando para morrer. Tentando apagar o passado, começaria a viajar entre os reinos em busca de um maior conhecimento e em busca de aventuras.
Vivendo nos dias atuais, sozinho, sem amigos verdadeiros, não tendo mais nenhum trabalho, voltou a sua casa na parte nobre de Asgard, vendo a casa já ocupada, estaria brilhando. E por lá assim mesmo ficou, vivendo nas ruas, tem como única roupa a de seu corpo, anda com um traje verde musco feito a mão, com um capuz e uma camisa branca por baixo, que ficam sobre a armadura, braceletes negros e uma calça negra.
Agora morando nas ruas da área mais pobre de Asgard, vivendo por lá somente para zelar pelo bem estar de seu povo se mantém juntamente a aprimorar suas habilidades, mas pensando em logo partir, preferindo continuar suas aventuras viajando de tempos em tempos em outros reinos em busca de um maior poder não importando muito com o método utilizado para consegui-lo.

▂ ▃ ▄ ▅ ▆ ▇ █ ▇ ▆ ▅ ▄ ▃ ▂
Digno de admiração é aquele que tendo tropeçado ao dar o primeiro passo, levanta-se e segue em frente


avatar
Rádúlfr Krodo
Asgardiano
Asgardiano

Alcunha : Arqueiro Negro
Terra Natal : Asgard
Ocupação : Ex-Guarda do Castelo de Odin/Ex-Arqueiro das Tropas Asgardianas

Ficha na S.H.I.E.L.D
Habilidades: Sentidos Aguçados, Precisão Perfeita, Habilidades Asgardianas e Absorção Solar
Level: 1
Equipamentos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rádúlfr Krodo

Mensagem por Rodolpho Einstein em Sab 1 Jun - 21:06

Ficha Aceita e Movida!

▂ ▃ ▄ ▅ ▆ ▇ █ ▇ ▆ ▅ ▄ ▃ ▂

Rodolpho Davis Einstein
Davy Boy - 17 Anos - Solteiro - Independente - Humano Mutante - Nova-Iorquino - Biólogo - Telecinético & Telepata

avatar
Rodolpho Einstein
Independente
Independente

Alcunha : Davy Boy
Power Force : xxx
Experiência : xxx
Idade : 23
Terra Natal : Nova York ~ EUA
Ocupação : Biólogo/Administrador

Ficha na S.H.I.E.L.D
Habilidades: Telecinese Molecular, Telepatia, Projeção de Campo de Força e Evolução Reativa
Level: 10
Equipamentos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum