The Avengers - RPG
HEY YO;
Estamos nos mudando para ESTE fórum. (100% nosso e ativado)

É membro?! Veja a MP de aviso.

O link do forum não aparece?! Tente esse: http://avengersthegame.forumeiros.com

Nouveau Pinocchio

Ir em baixo

Nouveau Pinocchio

Mensagem por Nouveau Pinocchio em Qua 1 Ago - 17:56



Nome: Entora (Nome Ent) / Jotai Youtan (Nome Humano)

Codinome: Nouveau Pinocchio

Idade: 116 (Idade Real) - 23 (Idade Aparente)

Grupo: Herói

Espécie: Ent (Ser Mitológico -Ent, Árvores Gigantes Animadas por Mana Parecidas com Seres Humanos- Construto de Madeira)/ Humano (Disfarce)

Aparência do personagem: Corpo feito de madeira polida e lapidada. A cor de sua madeira em seu corpo é marrom. Seus rosto e parecido com um centro de uma árvore pintado de laranja e com o olho direito amostra, o único olho Ent bom. O outro olho foi cobrido por madeira. Em sua forma humana ele é um asiático comum de estatura media, cabelos negros, olhos de cor marrom escuro.

Psicológico do personagem: Sou antencioso, delicado, sincero, calmo e valente. Meu coração Ent me ajuda nestes sentimentos pois vivo pela floresta e quero manter ela viva por muitas gerações para todos viverem dela e assim sou com ela. Sempre quero evoluir e não importam as circunstâncias colocadas a mim, derroto aqueles que acho que são uma ameça para a natureza.Sou muito frio, calado e sempre tenho vergonha de alguns atos que faço e quero sair deles rapidamente mas meu maior defeito é odiar os seres humanos. Além de destruirem florestas, eles querem ser os donos da verdade mesmo eles estando errados. Odeio com a minha alma aqueles que querem destruir as florestas e/ou querem se beneficiar com elas. Para mim, eles são dignos de morte e maioria das raças que odeio já estão extintas -as Orcs e Dwarfs (anões) - que sempre queriam nos destruir com seus machados e a única que odeio que infesta esse laneta e a raça Humana. Mesmo com essas circunstâncias, sou uma manteiga derretida e acho que isso é um defeito porque não me ajuda em nada isso.Poucos porém muito fortes. Tenho medo da destruição de meu coração que me mataria pois já me acostumei a ser quase que um imortal pois os Ent's podem viver por 700 anos Ent que daria em anos humanos uns 350 anos. Outro medo meu é de perde Benihime, a garota que me libertou e que tem a alma de minha namorada Ent Lotorie pois ela é única coisa que me faz viver e sem ela só sou uma tora ambulante rancorosa. Sou desprovido de sonhos pois sempre os cumpro-os e ficam por assim mesmo mas agora só quero proteger Benihime e fazer com que ela evolua junto comigo.Gostos das florestas e de estar nelas e de não maltrata-las pois ela é o meu lar. Gosto de pessoas que se importam com elas e ainda daquelas que querem me ouvir. Não posso comer nada mas gosto de sempre mascar um chiclete na minha forma humana.Sou algo agradável e só ajudo aqueles que se preucupam com meus princípios e querem cumprir-los pois não sou uma misera tora ambulante, sou um corpo Ent e tenho orgulho de ser um e mesmo me descriminando por ser assim não ligo porque eles tem inveja do meu corpo e meu coração de madeira, sou algo benígno e ajudo aqueles que preservam seu meio ambiente dominante no qual vivo.

Poderes/Habilidades Sobre-humanas:
-Fitocinese (incluindo produção de venenos e lama);
-Tranfomismo Humano (com auxílio da Mana)
-Usuário de Mana
-Mestre Arqueiro
-Forma Original Ent

Descrição de Poderes:
-Fitocinese: Contole elemental de plantas. Está incluída na fitocinese especial a produção de venenos e lama.
-Tranformismo Humano: Consegue transformar-se em Humano com o auxilio da mana.
-Usuário de Mana: A fonte de seu poder é a mana. Usa suas habilidades com um porcertagem de tal energia.
-Mestre Arqueiro: Grande usuário de Arco e flecha. Teve treinamentos mágicos,medievais e samurais.
-Forma Original Ent: Consegue torna-se Ent a qualquer momento.

Equipamentos: O Arco de Nimrod. Esse arco foi feito por um carpinteiro mago e deu para Entora, o nome Ent de Jotai. Esse arco é super resistente e seu fio foi feito dos cabelos de Litorine que é mais resistente que diamantes. Tem uma porcentagem de mana baixa mas ainda pode conduzi-la muito bem Jotai assim podendo mudar sua forma para várias armas feitas de sua madeira como diversos tipos de arcos (Bestas, Balestras e entre outros) e em diversos tipos de bastões de vários tamanhos. Esse arco foi adaptado para os dias atuais mas mesmo assim ele pode transforma-se completamente. Em minha grande aljava há como colocar 50 flehcas feitas de uma madeira de pele Ent que é uma pele super penetrante e que pode se manejadas elementalmente no ato de tiro. Veiculo: Bicicleta aro 18 Kaloi Aro Cor Verde.

Fraquezas: Meu corpo é de madeira bruta mas com um óleo mágico que Gepetto me poliu com ele para impedir que nasça raízes e plantas venenososas. Golpes de Mana maiores e melhores que a minha em meu corpo aceleram e fortalecem essas raízes que vão depressa para o chão por causa da gravidade, assim me prendendo por completo. Causas naturais para destruir madeira como o fogo e a água também são minhas fraquezas.

Afiliações: Pais Ent’s, Geppeto (Artificie Criador), Fada Madrinha (Conhecida) e Benehime (Minha protegida).

História: Minha história não é tão longa, mas terei que conta-la para o entendimento de todos sobre minha história e a de meus antepassados Ent's.
Tudo começa com dois jovens Ents que se amavam e tiveram uma idéia inusitada, porém boa de germinar sua árvorezinha, jargão utilizado para bebê Ent. Assim eu nasci e cresci alegremente na presença de meus pais e de toda a floresta de Ents e assim chegava a os anos e a minha adolescência também e meu corpo começava a crescer absurdamente só que minha folhagem não crescia e sempre meu nome me lembrava disso, Entora... Que nome mais acusador! Me chamavam sempre de Entora pra me lembrar que só tava na tora, que queria dizer o Ent que não tinha folhagem, era uma tora viva somente e eu não gostava disso mas alguem não se importava com isso que era Lotorie, uma Ent que me apaixonei loucamente por ela e ela também por mim e assim ficamos juntos por muito tempo e juramos o nosso amor para sempre.
Assim vivia me vida normalmente até que lenhadores vieram para fazer seu trabalho de cortar as árvores da região daquela floresta e nesse grupo tinha um asqueroso e rude Orc que percebeu a presença de minha raça naquela floresta e logo disse para que nos cortasse, assim nós não podíamos nos levantar porque ele só escolhiam alguns e escolhiam os mais novos e bons para vender pros humanos. Devia me recolher porque não queria ser vendido para nenhuma humano, muito menos ser vendido por um Orc horrendo mas infelizmente ele sentiu o cheiros de Ents pelo local da floresta aonde vivíamos e assim mandaram cortar todas as arvores dali. Então humanos, elfos negros e dwarfs começariam a atacar por mim com seus machados, porém felizmente meu teve que intervir com seu controle de madeira para que eu vivesse e assim começou uma batalha por lá mesmo.
Madeira, flechas, machados e espadas, ouvia o som de tudo enquanto me escondia como um covarde vendo toda minha familia sendo destruida, então vendo meu pai lutar com aquele Orc que era mestre no manuseio do machado, destruiu meu pai por inteiro e assim vendo aquilo, meu pai vendo-me disse:

"Assim é a vida dos Ents meu filho, é sofrida porém somos fortes para aguentar porque está na nossa pele, somos a natureza das florestas, o ar e o vento das montanhas, somos pastores das florestas e devemos proteger a todos que se encontram nela, agora durma garoto e tenha bons sonhos e se lembre de todos e quem você é, somente você pode fazer seu destino agora, Entora..."

E assim enquanto meu pai falava entrava em um transe de sonolência e assim minha ultima imagem foi de meu pai sendo destruido por um Orc traiçoeiro.
Depois de algum tempo em hibernação feita pela mana de meu pai, eu acordei totalmente diferente do que era: Meu corpo tinha contornos de um corpo humano, tinha algo no meu olho que era tipo uma esfera transparente de vidro e ainda encima de minha cabeça tinha algo sedoso e tinha muito, pareciam como cabelo dos humanos e depois eu vi que não tinha perna! Me desesperei por inteiro porque minhas pernas não estavam aonde deviam e ainda só era metade do Ent que era! Me desesperei enquanto via um homem velho com cabelos brancos e bigode idem aos cabelos, e ele via carregando duas pernas de madeira idênticas a de humanos. Ele vinha com toda a calma do mundo com uma ferramenta coloca-las em mim. Era a minha madeira! Aquele velho parecia louco pois ele me cortou por inteiro e ainda ia mexer em mim!
Com esta idéia na mente, não tinha falado ainda,porque ele estava para falar o seguinte:

-Agora vejamos... O parafuso aqui e pronto!Perna direita colocada... - e sentia que podia me movimentar minha perna direita e assim comecei a movimenta-la. O homem velho se assustou e depois mudou seu semblante para um alegre de ver que eu estava fazendo isso.Assim ele abrindo sua boca,disse:

-Oh ho ho ho! Você é uma tora viva! Sabia que você iria acordar cedo ou mais tarde pois sua mana era grande por demais para não ser sentida...- E assim ouvia ele dizer isso e logo comecei a falar com ele dizendo:

-Sim, estou vivo porque estava em repouso, mas algo molhado e salgado entrou no meu coração e acho que... Cof! Cof! Irá me...Cof! Cof! Me fazer mal... AaaaH! Meu coração! -Logo sentia dores muito fortes no meu coração que parecia pulsar devagar e vendo que estava assim, aquele logo correu pegando um Antidoto e assim ele abria minha pele e assim ele via meu coração e despejava esse Antidoto em mim. Logo ele disse:

-Está melhor? Acenei positivamente para ele. -Que bom! Deve ter caído uma lagrima sobre você e a sua pele deve ter aderido ao sal dela e assim deve ter reagido ao seu coração, o antidoto foi a coisa certa para você pois curou o sal que estava no seu coração.

Ouvia aquilo enquanto ele pegava minha outra perna e trabalha para coloca-la no seu devido lugar enquanto falava com ele o seguinte:

-Mas senhor, o que aconteceu que você derramo essas tais lagrimas que você falou?
-A garoto é uma história complicada, mas vou resumi-la para você...

"Estava eu andando pela floresta que estava destruída completamente e havia árvores mortas no chão, vendo tudo aquilo, não sentia nada naquelas toras de madeira, porém em duas emanavam uma mana muito grande e boa pra ser reconhecer e levei essas tais toras em meu carrinho com a ajuda de um burro de carga que tinha. Chegando em casa, comecei a me lembrar de Pinocchio, meu filho que se transformava em um homem em algum tempo atrás, me dava orgulho todos os dias depois daquele episódio em sua vida com a Fada Madrinha. Ele chegou em sua idade adulta e sempre me lembrava dos nossos momentos juntos e começando a me lembrar de tudo isso, ao mesmo tempo chorava pois ele havia saído de casa cedo por demais e isso só foi uma recaída fraternal, porque em meu coração sabia que ele estava pronto para enfrentar o mundo. Vendo aquilo tudo, chorei sem querer em você e perto do seu coração e tive uma idéia de construir uma réplica dele adulto e buscar a pedir pra que você viva porque queria um outro Pinocchio que ficasse comigo.Mas agora vejo que você não é uma tora comum, vi de cara que és uma tora especial que havia vida em você e assim você acordou e confirmo tudo que eu precisava, Parece que ela me ouviu em pensamentos e me deu você no meu caminho.Agora lhe pergunto: O que aconteceu contigo ?" E assim ouvindo ele explicava sobre o que acorreu em minha floresta, a grande luta que matou meus pais. Ele ficou em silêncio e falou a para mim dizendo:

-Você deve ter um nome não é? Assim respondo:

-É Entora... Abaixa minha cabeça porque não gostava esse nome. Também ele vendo isso ele disse:

-Você não gosta desse nome não é... Acho que lhe devo dá outro... Ora vejamos... Você parece muito com meu filho, Pinocchio. Já sei: Seu nome deveria ser... Nouveau Pinocchio.Você Aceitar ele? Aceno positivamente pra ele aceitando esse nome que me deu. Logo ele disse ficando alegre em teu semblante:

-Ótimo! Ora veja só! Você está completo garoto, venha aqui para se ver... Ela fazia isso apontando para um espelho perto dali e com minha curiosidade de me ver em um novo corpo lapidado por este homem, com minha força fui ao chão e fiquei por lá e não conseguia me movimentar direito pois aquele corpo era dificil pra ser movimentar.Logo o homem veio e me auxilio e eu ainda em curiosidade, lhe perguntei:

-Qual é o seu nome senhor? Então ele respondeu:

-Me chamo Gepetto.

E assim via que aquele homem me ajudaria em tudo que eu fizesse, em assim foi por longos três anos humanos, este homem bondoso e simpatico Gepetto, me ensinou a controlar meus movimentos e eu melhorei e muito, pelo menos uns 95% de melhora, tinha alguns probleminhas em coisas dificeis mas com um pouco de esforço eu iria me adaptar a isso. Assim enquanto ele me ensinava, eu ganhava com ele um laço parternal, igual ao o que tinha com meu pai e assim crescia um amor que não conhecia por ele, um amor de filho com seu pai.
Assim passados esses anos, ele me deu um arco de presente e uma pequena aljava cheia de flechas convencinais, pois meu pai biologico me ensinava as artes de ser um Ranger e assim conseguia ter uma pericia fraca no arco e flecha. Assim saia da casa daquele homem amigavel e gentil que me acolheu e assim fui fazendo o meu destino que meu pai falara no dia em que ele morreu por Aquele Orc. Meu destino será forjado por uma vingança que quero contra aquele ordinário que matou meus pais e minha raça e assim vou estar relaxado em minha vida, mas decorrendo disso, vou procura-lo até ser destruido, pois sou um Ent e me chamo de... Nouveau.... Pinocchio!
Assim foi minha vida e fui vivendo e me tornando um grande guerreiro das florestas e assim todos me conheciam mas eu soube que a outra tora que Geppeto salvou era Lotorie que ele também lapidara e polidara e assim ela estaria viva pela França e com essa idéia fui a procura dela e depois de alguns anos a encontrei e esqueci de minha vingança e queria viver só apra ela mas ela me recusou e disse para não procura-la e quando vi ela estava trabalhando como odalisca para o Orc que destrui toda nossa floresta e tive que lutar com ele la mesmo e com toda minha raiva e ódio matei aquele Orc desgraçado mas um mago amigo dele selou minha alma dentro do meu coração e o parou. Ali havia pensando que morri mas estava em repouso como foi antes de conhcer Gepetto e depois de muito tempo fui revivido por Benihime, filha de um arqueologo muito famoso do Japão que destui minha carcaça debaixo de um bar da França. Com seu choro, Benihime me acordou e junto da minha pele estava meu arco de Nimrod. Agora usando minha mana me disfarço e vivo junto com ela no século XXI e quero agora protege-la com a minha vida pois ela me deu a tal.
avatar
Nouveau Pinocchio
Herói
Herói

Alcunha : Nouveau Pinocchio

Ficha na S.H.I.E.L.D
Habilidades: Fitocinese, Tranformismo Humano, Usuário de Mana, Mestre Arqueiro e Forma Original Ent
Level: 1
Equipamentos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nouveau Pinocchio

Mensagem por Makunouchi Ippo em Sex 18 Jan - 11:52

FICHA Aceita! Muito boa

▂ ▃ ▄ ▅ ▆ ▇ █ ▇ ▆ ▅ ▄ ▃ ▂
-"Venha, venha! Tente desafiar meu estilo Hitman para você ver o que acontecerá."










-"É o time do povo, é o CORINGÃO!!!"
avatar
Makunouchi Ippo
Independente
Independente

Alcunha : Hagane
Idade : 19
Terra Natal : Japão
Ocupação : Lutador de Boxe

Ficha na S.H.I.E.L.D
Habilidades: Pirocinese, Visão Noturna e Umbracinese
Level: 1
Equipamentos:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum